Cada vez que você compra um filhote, morre um animal na carrocinha ou num abrigo.



quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

BOAS FESTAS E UM FELIZ NATAL!!!!!

O Pinheirinho se vestiu de cachorro Noel para desejar tudo de bom nas festas de fim de ano e também deseja, que em 2010 o respeito seja o melhor amigo do Homem para que possamos viver um novo ano em harmonia com a natureza e todas as espécies!

domingo, 29 de novembro de 2009

Despedida para Chiquinha

A Chiquinha se foi sexta-feira. Aquela velha história... a curiosidade matou o gato... pena, que ela não tinha sete vidas mesmo! Tchau Chiquinha!
Setes vidas

I
é tão breve a vida
que uma vida só
não basta
II
queria ter sete vidas
para saciar o cio
o ócio e a dor
III
nasceria sete vezes
várias chances teria
de acertar
IV
se muitas vezes errasse
recomeçaria cíclica a vida
quanto mais eu vivesse
V
é um mistério
mais vidas me esperam
quanto mais sete eu vivo
VI
o caminho é infinito
ter sete vidas é muito
se é longa a espera
VII
melhor seria uma vida longa
depois renascer
em outro mundo

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

A brincadeira de Bicuda e Branquelo

Essa é uma história de amor à primeira vista. O Branquelo, que chegou aqui em casa meses antes da Bicuda, se apaixonou por ela no primeiro instante. Eles ficam em canis diferentes e todos os dias é a mesma coisa: abro o canil do Branquelo e ele vai direto para a porta do canil da Bicuda. Depois abro o canil do Panc e da Gaveta e só então vou abrir o canil da Bicuda. Ela sai em disparada e ele atrás. O que acontece em seguida, é o que vocês podem ver neste vídeozinho, que apesar de estar com a imagem bem ruinzinha, mostra o carinho que um tem por outro e como os animais também tem afinidades. Os dois se dão bem com todos os outros cães, mas existe algo mais entre eles.

São dois minutos de diversão, assistam e me ajudem a procurar um lar para os dois!

video

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Lixo recolhido



A minha rua não tem saída, ela termina onde começa a vila Pinto então, o pessoal da vila junta seus saquinhos no final da rua onde o caminhão do lixo passa todas as segundas, quartas e sextas pela manhã. Na noite anterior começa a se formar o monte de lixo para ser recolhido na manhã seguinte. Eis que, nesta terça-feira de noite, jogaram algo diferente no amontoado de lixo: duas cadelinhas! Uma pretinha e uma caramelada! Quando fiquei sabendo, lá por 22h30, recolhi esses "dois lixinhos", coloquei numa caixinha com bolsa de água quente, pois elas estavam geladinhas e dei leite. A caramelada tomou bem e sozinha, mas a pretinha, que gemia muito, mal tomou o que coloquei "goela abaixo" com uma seringa. Ela tava muito ruinzinha e não resisitiu, morrendo durante a noite.
A caramelada tomou vermífugo ontem e hoje coloquei Front-line para acabar com as pulgas. Ela tá muito bem, brincando e atacando nossos pés, mas está de "quarentena", pois apresenta diarréia e não sei de quê morreu a maninha dela.
Não é a primeira vez que recolho lixo-vivo desta lixeira. Há alguns anos atrás, recolhi 2 gatinhos, a Pipa e o Peteca. Coloquei o nome do Peteca de peteca porque quando o encontrei, os cachorros estavam jogando peteca com ele. Por sorte, eram cães novinhos, que não chegaram a machucá-lo. A Pipa ainda estava no lixo esperando o caminhão... bem quietinha!
E assim caminha a humanidade...

Ajuda para um filhotão abandonado


Este cão deve ter uns 7 ou 8 meses e foi jogado fora em um terreno baldio para morrer, pois apresenta sinais de cinomose. Uma moradora da vila ficou sabendo e o resgatou na segunda de noite, vindo até minha casa na terça pela manhã, pedir ajuda. Levamos ele no veterinário e, ao que parece, o que ele tem são sequelas da doença. Ele não consegue ficar em pé, pois não pára de tremer, mesmo assim, a Rute, que já tem 4 cães e 5 gatos e está desempregada, ficará com ele. Precisamos de ajuda para a medicação. Ele precisará tomar, por um período indeterminado, pois depende da resposta dele ao tratamento, CITONEURIN drágeas. Se alguém tiver em casa e não estiver mais usando ou quiser ajudar, entre em contato comigo pelo e-mail adoteumfocinho@terra.com.br
Muito obrigada!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Dia das crianças

Por aqui, o dia das crianças foi levado a sério, pois passei boa parte do dia envolvida com filhotes de três espécies diferentes.
O Setembrino, que era a única criança da casa até então, não larga do meu pé. Quase curado da sarna com os pelinhos nascendo e a energia de uma criança, passa convidando cães e gatos para brincar ou então, mordendo a barra das minhas calças.
Pela tarde, descobrimos um filhote de Bem-te-vi pelo chão. Deve ter caído do ninho e não conseguia voar. Pai e mãe voando em volta, prendemos os cães para deixá-los mais à vontade no resgate do filhote, que acabou não acontecendo. Tive que fazer uma proteção em volta do bebê, dei pão umedecido, sempre cuidando para que ninguém chegasse perto dele. A noite chegou e ele continuou no mesmo lugar, sob os cuidados do pai e da mãe, que não saíam de perto.
E por último, recebi dois presentinhos no começo da noite: dois gatinhos bebês. Eles estavam muito fraquinhos e até geladinhos, fiquei com medo que não resistissem durante a noite, mas estão bem, mamando e miando bastante. Ainda não coloquei nome neles. Acho que o preto e branco, tipo frajolinha é machinho e a preta, maior e mais forte, desconfio que seja fêmea. Como já errei feio com sexo de gatinhos, vou esperar para confirmar.



Estas crianças tiveram sorte no seu dia. Pena que isso não acontece com todas!

sábado, 10 de outubro de 2009

Novas casinhas para a gataiada!

Os gatos ganharam duas casinhas com porta móvel, feitas sob medida para eles. O presente feito pelo Leonardo e seu pai, Egon, foi aprovado pela bichanos!
Obrigada Leonardo e Egon!




Gigi, deitada sob a porta levantada.

Milk descansando em cima de uma das casinha.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Branquinha

A Branquinha é uma cachorrinha da vila, que levei para castrar. Costumo fotografar todos os animais para o Projeto Castracãoegato e qual não foi a minha surpresa ao descobrir que a Branquinha é uma modelo fotográfica nata! Ela não parava de fazer pose para as fotos, uma figura! Além de alegre e muito querida, tem talento para as câmeras!



Mesmo com todas essas qualidades, a Branquinha não é muito amada pela sua família. O pai da família, o Luis foi quem me procurou para castrá-la e doá-la, se possível, pois a esposa não gosta da Branquinha e os filhos não ajudam a cuidar. O Luis trabalha o dia todo e quando chega em casa é quem ainda tem que limpar tudo o que se refere à Branquinha.


Fica aqui, o meu pedido de ajuda (entenda-se apadrinhamento) para a castração deste amor de cadela e adoção também. Ela parece ser uma filhotona, deve ter uns oito meses. É muito brincalhona, carinhosa e carente. Um pouco assustada também, mas com atenção e carinho, isso passa!

Blog da ONDA de cara nova!

A ONDA de Cachoeirinha-RS, cuida do sítio do Sr. Pedro Borba com 350 animais abandonados, desde que ele faleceu. O sítio foi atingido pelo vendaval, que derrubou algumas árvores em cima de alguns canis. Quem quiser adotar ou ajudar,visite o blog: http://blog.onda-animal.com.br/ e o site http://www.onda-animal.com.br/

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Setembrino, o caçula da turma

Dia 3 de setembro largaram uma sacola no portão da minha casa, o que não acontecia há muito tempo. Dentro da sacola, uma bolinha de sarna, carrapatos e piolhos, bem quietinho, nem se mexia.
Fazer o quê, né?! Não dá para ignorar e deixar onde está. Levei para dentro de casa, dei um bainho, catei os carrapatos e preparei uma caminha bem quentinha para que ele pudesse descansar enquanto preparava uma comida para ele.


Setembrino, antes do banho.
Ele estava bem prostado, não reagia a nada. Os gatos, curiosos, chegavam perto para ver o que era aquela "coisa". "A coisa" recebeu o nome de Setembrino, mas também chamamos ele de Bino ou Bebê.
Banho tomado, barriguinha cheia, dormiu bastante e, no outro dia, acordou animado, brincando muito. E é muito esperto. Fiquei impressionada, pois apesar, da pouca idade ( demonstra uns 50 dias) ele soube fazer a volta pela casa para entrar pela porta da sala. Não consigo imaginar o tamanho que ele terá, mas tenho certeza, que será um cão muito carinhoso, um excelente amigo!



Além dos piolhos e carrapatos, ele tinha alguns machucadinhos causados pela sarna.

Depois do banho, comida...




... o soninho batendo...

...hora de ir para a cama.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Nova hóspede: Bicuda

Esta cara linda é a nova hóspede temporária, da casa.

Na verdade, ela foi salva de ser atropelada numa movimentada avenida de Porto Alegre, a Sertório, pela Camila, que é a responsável pela moça. Para dar um help para a Camila, a Bicuda ganhou 15dias de hospedagem aqui em casa.

Ela é muito querida! Parece ser bem novinha e, bem bobinha ainda. Adora correr pelo pátio com o Branquelo, que se apaixonou por ela, assim que a viu. Logo que solto eles, de manhã, os dois saem correndo pelo pátio, brincam, rolam na grama até cansar. É lindo de ver! Vou tentar filmar para postar no blog.


Bom, a Bicuda será castrada semana que vem. Se alguém quiser ajudar, apadrinhando a castração dela, a ajuda será muito bem-vinda! Interessados em adotá-la ou apadrinhar a castração, entre em contato pelo e-mail adoteumfocinho@terra.com.br .

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Notícias do Tinho

Rabão, irmão do Tinho, mandou remédios.

Gostaria de agradecer a todos que ajudaram o Tinho até agora. A Fernanda e o Rodrigo, que adotaram o ex-Rabão agora, Ody Rabão, irmão do Tinho, que mandaram Legalon e albumina para ele. Muito obrigada!

Nazareth, que mandou a ração. Muito obrigada!

Vanessa, que tem Legalon lá, que ainda não busquei. Muito obrigada!

Ele melhorou bastante, não tem nenhum sinal daquela barriga d'água, come super bem só que, está magrinho. Esta semana ele fará uma revisão no veterinário e, assim que parar a chuva, tiro uma foto nova para postar no blog.

Obrigada a todos!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Sara e Pepê doadas!!!!!

Depois da triste notícia da doença do Tinho, um feliz acontecimento para fechar o mês de julho bem: dois focinhos doados no mesmo dia, para a mesma casa. Pepê e Sara foram as escolhidas pela Angela, sua mãe e filha, que viram o cartazinho com as fotos na clínica do Paulo e resolveram vir conhecer a turma.
A Angela se apaixonou pela Sara na foto e queria mais uma cadela. Como a Pepê não parou de fazer festa para elas durante a visita, acabou sendo a segunda escolhida.
Depois de 2 anos de espera, o dia delas chegou e temos mais um final feliz para contar.


Pepê


Sara





sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Férias da Mitinga

Não podia deixar de registrar as férias da Mitinga, ou melhor, da Miti, como é chamada agora.
Fiquei emocionada ao ver as fotos dela na praia. Imagens como estas é que me fazem seguir em frente nesta luta.
Mais uma vez, obrigada Ester e Elenilton!
Elenilton, Miti e Ester.
Vejam a alegria dela correndo na areia!
Família feliz em férias!

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Tinho está doente

É com muita tristeza que escrevo esta postagem, não apenas por estar comunicando a doença do Tinho, mas pelo fato dele ser um, entre milhares de cães, que tiveram a sorte de serem retirados das ruas mas não tiveram a mesma sorte para conseguir adoção.

O Tinho tem 5 anos, foi recolhido ainda filhote, com a mãe e mais três irmãos num amontoado de lixo, numa calçada perto da minha casa. Estavam todos com sarna, foram tratados e doados, menos o Tinho.

Tá, tudo bem! O Tinho realmente, não se ajudou. Ele foi doado e devolvido duas vezes por não se comportar bem. Teve uma terceira chance de adoção mas queria bater na cachorrinha que já tinha na casa, perdendo a oportunidade de ter uma vida tranquila no interior.

Tenho que admitir que os animais levam muito a sério o nome que ganham. Aquela história que colocam nomes fortes em pit-bulls e cia. (Saddan, Rambo, etc) é fato! O Tinho recebeu o nome por causa do programa A Grande Família, fazendo uma dupla com a irmã, a Bebel, que era um doce, e o Tinho, sempre foi um tinhoso... teve que ser transferido de canil várias vezes pois arranjava encrenca onde ia, não sabe conviver com outros caninos mas com os humanos sempre foi carinhoso e muito dengoso.

Bom, voltando ao motivo principal desta postagem, o Tinho está doente, com insufiência hepática, não tem cura e precisará tomar remédios para o resto da vida.




Há pouco mais de duas semanas, ele apresentou distenção abdominal ou, falando popularmente, barriga d'água, retenção de líquido causada pela disfunção hepática. Na clínica veterinária coletaram sangue e constataram o problema. Começou a tomar um diurético e a resposta foi, quase imediata, desinchando a barriga.

Com isso, a adoção para ele, foi por água abaixo. Se não foi adotado quando estava saudável, quem adotará agora, né?!

Mas o meu desejo é que ele possa ter um restinho de vida feliz e estou aceitando ajuda para o apadrinhamento do Tinho. Ele vai precisar de remédio e também gostaria de um padrinho ou madrinha para banho, para mantê-lo limpinho e longe das pulgas e carrapatos. Acredito que ele também ia gostar se alguém o levasse para passear. Ele anda meio tristinho desde que adoeceu e está precisando de mais carinho e atenção do que eu consigo dar.


Antes de começar o tratamento.




Como dizia a minha vó, apesar da doença, a caixa da bóia tá funcionando perfeitamente!


Interessados em ajudar o Tinho, por favor, entrem em contato pelo e-mail adoteumfocinho@terra.com.br. A medicação que ele vai precisar tomar sempre é o LEGALON 140mg - 1 cápsula ao dia - uso contínuo e ALBUMINA em pó - 1 colher de sopa pela manhã e outra a noite. Foi recomendado também o uso da ração ROYAL CANIN HEPATIC e o diurético, FUROSEMIDA, sempre que necessário.




Depois do diurético, a barriga quase voltou ao normal.

terça-feira, 14 de julho de 2009


sábado, 11 de julho de 2009

O Galo Chico precisa de um lar - ADOTADO!



Esse é o Chico. Foi encontrado no dia 26 de junho de 2009 num cruzamento entre a Avenida Alberto Pasqualine e a Rua 24 de agosto. Ao seu lado tinha duas velas vermelhas acessas, milho e alguns papéis decorativos. Ele estava imóvel e, para os desatentos, parecia apenas mais um galo morto em despacho. Acontece que estava vivo, mais morto do que vivo é verdade, mas ainda sentia a dor de sua existência e o peso de ter nascido em uma espécie desfavorecida. Óleo pingava de suas penas e sua tontura e sofrimento impediam-lhe de alguma reação.
Passou uma semana a base de antibióticos e comendo pouco. As barbáries que fizeram com seu pequenino e frágil corpo deixaram marcas profundas. Mas, depois de toda vida de sofrimento, nascido entre muitos, jogado em uma gaiola, forçado a ingerir porcarias e banhado em óleo, encontrou ele, hoje, seus dias de paz e sossego. Seu canto, feliz, ainda leva a marca dos dias ruins, é rouco. Mas isso não faz dele um galo menos completo; com sua curiosidade, investiga cada canto do seu jardim provisório.
Infelizmente, ele não poderá permanecer comigo. Moro numa casa que não me pertence e, por isso, tenho de ceder às regras dos donos. Ele agora procura um novo lar, onde possa ter uma área grande para investigar, um lugar abrigado para dormir, atenção e pessoas que gostam dele, para não deixar que lhe falte nada.
Se chamar pelo seu nome, ele pode não vir, mas responderá.

Interessado em adotá-lo? Entre em contato:
Silvana – (51) 93450935 ou e-mail: animaisilvestres@gmail.com

terça-feira, 30 de junho de 2009

Mitinga doada!

Depois de muito tempo sem doar um bichinho sequer, a Mitinga foi contemplada com uma bela adoção.
No dia 6 de junho a Ester e o Elenilton vieram aqui em casa conhecer a turma de quatro patas, com a intenção de adotar um cão ou gato e, ainda com dúvidas por morarem em apartamento mas a Mitinga foi esperta e conquistou a Ester fazendo muita festa para eles, que haviam combinado que levariam o bichinho que os escolhessem.
Combinamos que, se não houvesse adaptação da Mitinga no apartamento ou deles em relação a Mitinga, ela voltaria para cá mas isso não aconteceu.
Meu receio maior era que a Miti, como é chamada agora, sentisse falta da Mutuca mas isso também não aconteceu e a Mutuca também ficou bem sem sua companheira.

Obrigada Ester e Elenilton!
Felicidades para vocês três!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Fizemos aniversário na Páscoa

O Coelho, a Mitinga e a Mutuca foram resgatados na Páscoa de 2008.
O Coelho foi atropelado na av. Protásio Alves na quinta-feira, véspera de feriado, bem no final da tarde, o povo todo naquela correria para pegar a estrada logo e o Coelho passou a noite toda na calçada. Ele não teve muitos ferimentos mas atingiu a bacia e ele não conseguia se mexer. Só repouso e mais alguma medicação foram suficientes para a recuperação. E como ele se recuperou! Não pára quieto um minuto com suas duas companheiras, a Mitinga e a Mutuca, que encontrei na segunda pós-domingo de Páscoa. As duas andavam feito duas moscas tontas pelo meio da rua, por isso ganharam esses nomes. O nome do Coelho não precisa explicação, né?!



Coelho e Mitinga
Mitinga

Mutuca

Também não é muito fácil fotografar essa moça que desconfio ser a mãe da Mitinga. mas ela não é por ser muito serelepe e sim, por timidez.

Tarefa difícil é fotografar o Coelho porque ele não fica quieto. Por isso, resolvi registrar a lição: Como fotografar um Coelho.



Que figura!

Mitinga e Mutuca vieram ajudar...
Ó... até que não ficou tão ruim!
Tá aí o moço! Lindo, né?! Pois ele continua esperando que alguém o leve para sua toca. Ele promete dar pulos de alegria cada vez que enxergar você e lhe dará uma cesta cheinha de boas emoções.



Não espere mais um ano para adotá-los.

Mitinga, Mutuca, Coelho e os outros cães merecem uma chance de ter um lar. Adote!